SECADOR POR REFRIGERAÇÃO
COM PRÉ & PÓS FILTROS INTEGRADOS
HIGH EFFICIENCY AIR DRYER
ENERGY PLUS
Powerpack Flex Intercooling Powerpack Flex Intercooling
A EMBRAER ESCOLHEU A METALPLAN
A principal linha de
montagem dos novos E190-E2
da Embraer conta com
secadores e filtros da Metalplan
Energy Plus Energy Plus

ENERGY PLUS

HIGH EFFICIENCY AIR DRYER

LIDERANÇA ABSOLUTA EM TRATAMENTO DE AR COMPRIMIDO

Desde 1998, a Metalplan é o principal fabricante de secadores da América Latina. Já entregamos mais de quarenta mil desses equipamentos, para empresas de todos os portes, em diversos países.

Nossos secadores são reconhecidos pela durabilidade, baixa perda de carga e excelente desempenho, em função da utilização standard dos trocadores de calor em alumínio brasado, dos filtros integrados e do filtro coalescente frio, garantindo uma operação extremamente confiável, em total obediência à norma ISO 8573.

ÚNICO COM PRÉ-FILTRO & PÓS FILTRO NA SEQUÊNCIA DETERMINADA PELA ISO: ANTES E DEPOIS DO SECADOR, NO PONTO MAIS FRIO: A FÓRMULA DA ALTA EFICIÊNCIA DO ENERGY PLUS.

AGUARDAMOS SEU CONTATO

    *Campos obrigatórios

    PRINCÍPIO DE FUNCIONAMENTO

    Nos secadores Energy Plus, o ar comprimido é resfriado em etapas, até atingir 3°C, conforme a classe [_:4:_] da norma ISO 8573.
    Essa temperatura equivale ao ponto de orvalho do ar comprimido.
    Ao entrar no secador, a temperatura do ar não deve ultrapassar 38°C¹, preservando o circuito frigorífico de um superaquecimento. Neste momento, ocorre a primeira etapa de filtração por coalescência, que elimina o condensado pré-existente, prejudicial ao desempenho do equipamento.
    Em seguida, para economizar energia, o ar atravessa um trocador de calor ar x ar (recuperador), onde é resfriado a 20°C pelo próprio ar comprimido gelado que está saindo do secador.
    A próxima fase de resfriamento é a passagem do ar pelo trocador de calor ar x refrigerante (evaporador), onde a temperatura chega a 3°C, seu ponto mais frio, e se realiza a etapa de separação/filtração por coalescência – cold coalescing – fundamental para a alta eficiência do conjunto. Adicionalmente, o Energy Plus possui controles sofisticados², que impedem o resfriamento excessivo do ar comprimido, evitam o risco de congelamento e estabilizam o ponto de orvalho.
    Para completar o ciclo de secagem, logo após deixar o pós-filtro coalescente frio, o ar retorna ao trocador ar x ar, onde é reaquecido a cerca de 20°C pelo próprio ar comprimido quente que entra no secador.

    1 – Norma ISO 7183-B
    2 – Válvula de expansão eletrônica opcional

    ENERGY PLUS

    HIGH EFFICIENCY AIR DRYER

    Veja o que três líderes globais na fabricação de secadores por refrigeração dizem a respeito da eficiência de separação de condensados com filtros coalescentes no ponto mais frio do secador.
    Ao lado da Metalplan, são os únicos no mundo que adotam essa tecnologia. No Brasil, somente a Metalplan disponibiliza esse benefício aos usuários.

    Fabricante A (USA)

    Fabricante B (UK)

    Fabricante C (Germany)

    MASTERCONTROL

    O máximo em eficiência energética

    O MASTERCONTROL controla e monitora as principais funções do secador de alta eficiência Energy Plus, para garantir o máximo em confiabilidade, com baixo consumo de energia.
    Além disso, efetua a drenagem automática do condensado retido no pré e no pós-filtro.

    AVISO DE MANUTENÇÃO PREVENTIVA

    • contagem regressiva de tempo e mensagens de texto para comunicar todas as manutenções preventivas no secador.
    • indica o momento ideal para a substituição dos elementos coalescentes do pré e do pós filtro.

    DIAGNÓSTICO GERAL & FUNÇÕES ESPECIAIS

    • Histórico de alerta e falhas dos últimos 50 eventos:

    • Alta temperatura do ponto de orvalho
    • Sobrecorrente no compressor frigorífico
    • Alta pressão no circuito frigorífico
    • Baixa pressão no circuito frigorífico
    • Inversão ou falta de fases
    • Alta temperatura de entrada do ar comprimido
    • Alta temperatura de condensação
    • Alta temperatura de superaquecimento

    • Calibração dos sensores de temperatura e pressão
    • Partida/Parada remotas (via cabo)
    • Sinal de falha remoto (via cabo)
    • Comunicação serial (modbuss)
    • Conversão de unidades (°C / °F)
    • Calibração dos tempos de purga
    • Ajuste de data e hora local

    * exceto para modelo MDR-250

    INTERFACE HOMEM/MÁQUINA

    TOUCH CONTROL

    • Temperatura do Ponto de Orvalho
    • Temperatura de entrada do ar
    • Temperatura de condensação
    • Temperatura de superaquecimento
    • Horímetro
    • Alertas de manutenção
    • Alertas de falhas
    • Alarme sonoro e visual de falhas e manutenção

     

    COMPRESSOR FRIGORÍFICO SCROLL

    • Operação silenciosa e livre de vibração.
    • Balanceamento permanente.
    • Suporta maiores taxas de retorno de líquido.
    • Dispensa válvulas de sucção e descarga.
    • Eficiência volumétrica~100%.
    • Muito mais compacto.
    • Comprime em qualquer condição de pressão.

     

    HOT CLIMATE
    DESIGN

    Todos os secadores Energy Plus são projetados para temperaturas elevadas, conforme a norma ISO 7183, opção A2. Isso significa a máxima confiabilidade operacional, mesmo sob as mais severas condições de operação. Os secadores convencionais, projetados para clima temperado, perdem 20% de sua capacidade quando expostos às temperaturas tropicais e equatoriais.

    ISO 7183 opção A1 opção A2
    Temperatura ambiente 25ºC 38ºC
    Temperatura do ar comprimido (na entrada do secador) 35ºC 38ºC

    O usuário deve observar que a sobreposição de alguns parâmetros críticos, como vazão e temperatura, altera o ponto de orvalho e pode comprometer o funcionamento do secador.

    Fatores de correção ISO 7183 (A2)

    TEMPERATURA AMBIENTE
    ºC 25 35 38 40 42 43
    fator 1 1 1 0,93 0,86 0,79
    TEMPERATURA DO AR COMPRIMIDO
    ºC 30 35 38 40 45 48
    fator 1,1 1,05 1 0,9 0,8 0,68
    PRESSÃO DE OPERAÇÃO
    bar(e) 5 6 7 8 9 10
    fator 0,9 0,95 1 1,03 1,05 1,07

    GRAUS DE FILTRAÇÃO M40
    coalescente fino
    M20
    coalescente ultra fino
    Residual de óleo (mg/m3) 0,5 0,01
    Retenção de partículas (µm) 1,0 0,01
    Eficiência D.O.P. (%) 99,9 99,99

    MANUTENÇÃO SIMPLIFICADA

    A remoção de apenas uma porta lateral permite acesso rápido e prático para substituição dos elementos filtrantes e para todo tipo de manutenção, preventiva ou corretiva.

    Outras características

    • Gases ecológicos R134a, R404, R407, R410 e R22.
    • Filtros pré-selecionados: facilita a instalação, evita erros de especificação e dispensa tubulações e mão-de-obra.
    • Válvula hot gas by-pass, anti congelamento.
    • Pintura eletrostática a pó.

     

    * verifique a disponibilidade por modelo

    Pré-filtro coalescente integrado grau M40 Secador Pós-filtro coalescente integrado grau M20 Vazão Conexão (pol.) Dimensões (mm) Peso (kg) Potência (W) Energia¹ Condensação
    pcm m3/h comp. altura largura
    MFCi-250-M40 MDR-250 MFCi-250-M20 250 425 L2 527 760 650 125 2721 220/1/60 AR
    MFCi-300-M40 MDR-300 MFCi-300-M20 300 510 L2 1250 1600 490 210 2193 220/3/60
    380/3/60
    440/3/60
    MFCi-400-M40 MDR-400 MFCi-400-M20 400 680 L2 1250 1600 490 215 2935
    MFCi-500-M40 MDR-500 MFCi-500-M20 500 850 L2 1250 1600 490 221 3370
    MFCi-600-M40 MDR-600 MFCi-600-M20 600 1020 L2 1/2 1605 1840 560 321 3175
    MFCi-800-M40 MDR-800 MFCi-800-M20 800 1360 L2 1/2 1605 1840 560 551 4807
    MFCi-1000-M40 MDR-1000 MFCi-1000-M20 1000 1700 F4 1704 2050 915 614 4774 AR OU ÁGUA
    MFCi-1500-M40 MDR-1500 MFCi-1500-M20 1500 2550 F4 1704 2050 915 970 6379
    MFCi-2000-M40 MDR-2000 MFCi-2000-M20 2000 3400 F4 1186 2200 1473 1090 9228
    MFCi-2500-M40 MDR-2500 MFCi-2500-M20 2500 4250 F4 1186 2200 1473 1350 10938
    MFCi-3000-M40 MDR-3000 MFCi-3000-M20 3000 5100 F6 2020 2090 1473 1850 10827 ÁGUA
    MFCi-3600-M40 MDR-3600 MFCi-3600-M20 3600 6120 F6 2020 2090 1473 2050 12225
    MFCi-4800-M40 MDR-4800 MFCi-4800-M20 4800 8160 F6 2020 2090 1473 2560 16603
    MFCi-5800-M40 MDR-5800 MFCi-5800-M20 5800 9860 F8 2230 2090 1473 3100 21594
    MFCi-7200-M40 MDR-7200 MFCi-7200-M20 7200 12240 F8 2860 2090 1473 3920 24390
    MFCi-9600-M40 MDR-9600 MFCi-9600-M20 9600 16320 F8 3280 2090 1473 4860 36190
    L=luva NPT | F=flange ANSI B 16.5 #150 1 – Disponíveis também em 50Hz

    FUNDAMENTOS DO
    AR COMPRIMIDO & GASES

     

    INSTALAÇÃO PADRÃO ISO-8573

    A norma ISO 8573 é a referência internacional para sistemas de ar comprimido, com foco no nível de contaminação (pureza).

    A norma possui várias classes de qualidade, que atendem múltiplas aplicações na indústria e nos serviços, embora não seja apropriada para respiração humana e uso medicinal.

    CONTAMINANTES

    classe PARTÍCULAS SÓLIDAS
    número máximo de partículas por m³
    (d = dimensão da partícula)
    classe ÁGUA – umidade
    ponto de orvalho
    (ºC)
    classe ÓLEO – concentração total
    (líquido/aerossol/vapor)
    (mg/m³)
    0,1µm < d ≤ 0,5µm 0,5µm < d ≤ 1µm 1µm < d ≤ 5µm
    0 CLASSE ZERO – como especificado pelo usuário ou pelo fornecedor dos equipamentos e mais rigoroso que a classe 1
    1 ≤ 20.000 ≤ 400 ≤ 10 1 -70 1 ≤ 0,01
    2 ≤ 400.000 ≤ 6.000 ≤ 100 2 -40 2 ≤ 0,1
    3 ≤ 90.000 ≤ 1.000 3 -20 3 ≤ 1
    4 ≤ 10.000 4 +3 4 ≤ 5
    5 ≤ 100.000 5 +7 5
      Concentração mássica Cp
    (mg/m3)
    6 +10 6
      Água Líquida CW
    (g/m3)
       
    6 0 < Cp ≤ 5
    7 5 < Cp ≤ 10 7 Cw ≤ 0,5 7
    8 8 0,5 < Cw ≤ 5 8
    9 9 5 < Cw ≤ 10 9
    X Cp > 10 X Cw > 10 X > 5

    Publicada em 1991, foi traduzida pela Metalplan em 1992, posicionando o Brasil na vanguarda de sua utilização.
    A 3ª edição é de 2010, quando foi introduzida a Classe Zero, com níveis de pureza mais rigorosos do que os encontrados na Classe 1.

    FUNDAMENTOS DO
    AR COMPRIMIDO & GASES

    SISTEMAS TÍPICOS ISO classe de qualidade APLICAÇÕES
    [1:6:1]2 Ar seco, com ponto de orvalho entre 5ºC e 15ºC. Ideal para pequenas vazões e proteção de válvulas, cilindros, ferramentas pneumáticas, automação, jateamento, pintura, etc.
    [1:6:1]2
    [1:6:0]2
    O filtro de carvão ativado elimina odores, com residual de óleo de 0,003 mg/m³, adequado para clínicas odontológicas e aplicações similares, exceto respiração humana.
    [1:4:1] Este é o sistema de tratamento mais utilizado na indústria. Seu nível de proteção atende a diversos setores, como o automobilístico, plástico, têxtil, papeleiro, mecânico, metalúrgico, etc.
    [1:4:0] Qualidade similar ao sistema anterior, com eliminação de odores e menor residual de óleo (0,003 mg/m³), importante na geração de N2/O2 e nas indústrias alimentícias, químicas, farmacêuticas, etc.
    [1:4:0] Qualidade similar aos dois sistemas anteriores, em termos de “água” e “partículas sólidas”.
    Atende a Classe Zero para o contaminante “óleo“, com total segurança.
    [1:2:1]
    [1:1:1]
    Previne a absorção do vapor quando o ar tem contato direto com materiais higroscópicos (cimento, resinas, alimentos e fármacos em pó ou liofilizados). Evita o congelamento, quando o ar é submetido a temperaturas negativas.
    [1:2:1]
    [1:1:1]
    Baixo ponto de orvalho e máxima retenção de partículas é essencial na fabricação de fibras óticas, chips, instrumentação crítica, siderurgia, reatores nucleares, etc.
    [1:2:0]
    [1:1:0]
    Qualidade similar aos dois sistemas anteriores, em termos de “água” e “partículas sólidas”.
    Atende a Classe Zero para o contaminante “óleo“, com total segurança.

    1- os secadores Energy Plus e Titan Plus possuem pré e pós-filtros integrados

    2- somente se a temperatura de entrada do ar comprimido ≤ 25ºC

    instale um sistema de tratamento de condensado AQUA +

    FUNDAMENTOS DO
    AR COMPRIMIDO & GASES

    QUANTIDADE DE ÁGUA
    NO AR COMPRIMIDO

    Acima do ponto de orvalho, o ar comprimido contém apenas vapor d’água. Abaixo do ponto de orvalho, o ar conterá vapor d’água + água no estado líquido (condensado).
    Num ambiente a 25°C e umidade relativa de 75%, um compressor de 100 hp (850 m³/h) introduz 350 litros de água por dia na tubulação, nas formas líquida e gasosa. Após o tratamento do ar com um secador por refrigeração (ponto de orvalho = +3°C), restarão pouco mais de 15 litros/dia de vapor d’água no ar comprimido (4,4%). Se o tratamento for realizado por um secador por adsorção (ponto de orvalho = -40°C), haverá cerca de de 0,3 litros/dia de vapor d’água residual no ar comprimido (0,08%).

    PONTO DE ORVALHO SEM
    PONTO DE INTERROGAÇÃO

    Embora expresso em °C, o ponto de orvalho mede o nível de umidade do ar comprimido pois indica a temperatura de condensação do vapor d’água que ainda resta no ar.
    Ou seja, acima dessa temperatura, o ar está seco, sem água líquida, e abaixo dessa temperatura, o vapor d’água começa a condensar. Quanto mais baixo o ponto de orvalho, mais seco estará o ar comprimido.

    FUNDAMENTOS DO
    AR COMPRIMIDO & GASES

    AS FORMAS DA ÁGUA NO AR COMPRIMIDO

    Por definição, o ar ambiente é uma mistura gasosa composta por moléculas de nitrogênio (~79%), oxigênio (~21%) e pequenas quantidades de outros gases. Compartilhando o mesmo espaço com todos estes gases, há outras substâncias, como moléculas de água (vapor), que denominamos ‘umidade relativa’.

    Ao ser comprimido, o vapor d’água presente no ar tende a condensar, mas é impedido pelo grande aumento da temperatura na câmara de compressão. A gradual redução da temperatura do ar ao longo da tubulação permite a condensação parcial do vapor d’água, causando sérios inconvenientes a todos os sistemas pneumáticos.

    VAPOR

    LÍQUIDO (CONDENSADO)

     

    PESADO (GOTAS)

    LEVE (AEROSSÓIS)

    Conforme a temperatura do ar comprimido diminui, o vapor d’água começa a se liquefazer, convertendo-se em condensado de dois tipos: leve e pesado.
    Quanto menor a temperatura do ar, maior a formação de condensados.

    70% do condensado é do tipo “pesado”, com velocidade de queda > 0,25 m/s, conforme a norma ISO 8573.
    Devido a sua massa maior, este tipo de condensado é facilmente capturado pelos separadores inerciais.

    30% do condensado é do tipo “leve” (aerossóis) com velocidade de queda < 0,25 m/s, e diâmetros da ordem de 0,01 a 0,8 microns. Devido a sua massa irrisória, o comportamento dos aerossóis assemelha-se ao de um gás, não respondendo à ação dos separadores inerciais. Somente a difusão, promovida pelas nanofibras de borossilicato dos filtros coalescentes, é capaz de capturar essas minúsculas gotículas.

    COALESCÊNCIA X SEPARAÇÃO INERCIAL

    Os separadores de condensado são sempre instalados no ponto mais frio do secador por refrigeração, entre o trocador de calor ar x refrigerante (evaporador) e o trocador de calor ar x ar (recuperador de calor), onde ocorre a maior formação de condensados. Pela mesma razão, o pós-filtro também deve ser instalado no ponto mais frio do secador. No entanto, como se trata de um filtro coalescente e não de um separador inercial, a eficiência na remoção de condensados aumenta de 70% para 99,99%.

    ATENÇÃO: a instalação do pós-filtro na saída do trocador ar x ar não tem efeito, pois o ar comprimido já foi reaquecido e não existe mais condensado nesse ponto, apenas vapor d’água, o que compromete o ponto de orvalho.

     
    VOLUME DE CONDENSADO

    Catálogo

    Vídeo